Tudo sobre cruzeiros: dicas, notícias e curiosidades!
América do Sul, Norwegian Cruise Line (NCL)

NCL trará navio maior para temporada 2019/2020 na América do Sul

por em

Pela primeira vez em vários anos, a Norwegian Cruise Line trocará o navio que dedica aos seus roteiros na América do Sul. Em 2019/2020, o Norwegian Sun será substituído pelo Norwegian Star, que estreará na região.

Com 91,740 toneladas, o Star é significantemente maior que o Sun, que tem 78,309 toneladas. Apesar de terem sido inaugurados no mesmo ano, os navios também tem diferentes capacidades de passageiros. Enquanto o primeiro transporta cerca de 2,348 em ocupação dupla, o segundo comporta 1,936, também em ocupação dupla.

Entre dezembro do próximo ano e o final de fevereiro de 2020, o navio realizará cruzeiros de 14 noites entre a Argentina e o Chile. Os cruzeiros navegam pela Patagônia, Terra do Fogo e região dos fiordes chilenos, além de contornar o Cabo Horn.

Previsão artística do navio antes de sua transferência para a NCL

História do navio

O Norwegian Star foi construído pelo estaleiro alemão Meyer Werft. Parte da classe Dawn, foi encomendado originalmente pela Star Cruises em 1999. Assim, seu nome planejado era SuperStar Libra, nome que segue o padrão da frota da companhia de cruzeiros asiática.

No ano de 2000, no entanto, a Star Cruises comprou a Norwegian Cruise Line, e decidiu transferir o navio de 400 milhões de dólares para sua nova filial. Assim, em março de 2001, o navio – ainda em fase de construção – passou a se chamar Norwegian Star.

O batismo aconteceu em novembro de 2001, em cerimônia dupla. O Norwegian Sun, que agora será substituído pelo Star na América do Sul, também foi batizado naquele dia.