Tudo sobre cruzeiros: dicas, notícias e curiosidades!
Brasil, MSC Cruzeiros

MSC abre reservas para temporada brasileira do novo MSC Seaview

por em

No fim desta semana, a MSC abriu reservas para alguns dos roteiros da temporada 2018/2019 no Brasil. O grande destaque da estação é a vinda do MSC Seaview, que será inaugurado no próximo mês de maio, e estreará no Brasil já em novembro de 2018.

MSC Fantasia, em foto de Daniel Capella

Os itinerários do navio – que é parte da classe Seaside – já estão disponíveis no site da Maritimos, e podem ser acessados através deste link.

O destaque fica por conta da criação de cruzeiros de 7 noites que navegam exclusivamente pelo Sul e Sudeste. Partindo do porto de Santos, o Seaview visitará Búzios e Ilha Grande, no Rio de Janeiro; e Balneário Camboriú e Porto Belo, em Santa Catarina. O navio ainda realizará roteiros de uma semana rumo ao Nordeste, além de mini-cruzeiros de três e quatro noites.

Além do MSC Seaview, a MSC terá outros dois navios no Brasil: MSC Fantasia e MSC Poesia. Um quarto navio MSC, o Orchestra, também navegará em águas nacionais, mas partindo do porto de Buenos Aires.

Do Rio de Janeiro, o MSC Fantasia alternará roteiros rumo ao Nordeste e ao Prata, enquanto o MSC Poesia realizará roteiros ao Prata a partir de Santos. Em roteiros selecionados do MSC Fantasia e do MSC Seaview, também é possível embarcar em Salvador.

Todos os cruzeiros já estão disponíveis no site da Maritimos.

MSC Seaview terá projeto diferenciado

Segundo navio da classe Seaside, o MSC Seaview será um dos maiores navios da frota da MSC. Com capacidade para mais de 5,000 passageiros em ocupação máxima, será também um dos maiores do mundo. A embarcação é cerca de 15% maior que o MSC Preziosa, o maior navio da frota da MSC a ter navegado no Brasil até o momento.

Piscina na popa

Enquanto o Preziosa desloca cerca de 135 mil toneladas, o MSC Seaview deslocará 154,000. Mas o seu maior diferencial é o projeto único, inspirado pelo projeto Mille, do estaleiro Fincantieri. Sob o ponto de vista técnico, o design visa diminuir o peso dos decks superiores do navio, deslocando a maior parte das áreas públicas para decks mais baixos. Isso ajuda na eficiência e na estabilidade do navio.

Sob o ponto de vista do passageiro, isso significa que as áreas públicas estão mais próximas do mar. Mas a principal mudança é a multiplicação dos decks externos – que agora se localizam tanto nos andares mais altos do navio, como em andares mais baixos. Um dos diferenciais do Seaview é uma grande promenade externa logo acima dos botes. A área contará com espaço externo de restaurantes, bares, do spa e uma grande piscina na popa.

Segundo a MSC, essas características fazem do navio a embarcação ideal para cruzeiros em locais mais quentes. Não à toa, o primeiro navio da classe, MSC Seaside, navegará no Caribe durante todo o ano.

O navio é a passagem da MSC para a mais recente geração de navios de cruzeiros. Assim como os navios mais modernos de outras marcas, contará com dezenas de opções de restaurantes, e opções de entretenimento mais variadas.